Month: setembro 2014

  30/09
 

O “Next Stop” de hoje está pra lá de especial. A entrevistada da semana é uma publicitária que foi para a África do Sul fazer trabalho voluntário com animais. Sensacional, né? A Camy Schultz ainda deu várias dicas de passeios que deixam qualquer um louco para comprar as passagens e embarcar para a África agora!

camy_side

País: África do Sul.

Cidades que morou: Cape Town e Joanesburgo.

Documentação exigida: Passaporte para entrar no país e carta de intenções para os trabalhos voluntários.

Quanto tempo ficou: 2 meses.

Qual idade tinha: 22, fiz 23 lá.

Qual época do ano foi: No verão, fui em fevereiro e voltei em abril.

Viajou em grupo ou sozinha: Sozinha.

Qual o objetivo da viagem: Trabalho voluntário e conhecer lugares novos.

Por que escolheu esse destino: Comecei a viajar quando eu era nova e desde então não consigo mais parar. Estou sempre em busca de lugares novos onde eu possa interagir com outras culturas e realidades. Quanto me formei em Publicidade e Propaganda percebi que não estava realizada e achei que participar de um trabalho voluntário seria algo que fosse me deixar mais feliz. Optei então em ir para a África do Sul devido a abundância de instituições e organizações que precisam de voluntários.

Onde trabalhou: Em Cape Town trabalhei em um centro de reabilitação de pinguins e aves marinhas (SANCCOB), já em Joanesburgo trabalhei em um parque de leões (Lion Park).

Como foi o trabalho voluntário: No SANCCOB, que foi onde trabalhei a maior parte do tempo (1 mês e meio), minha tarefa era reabilitar pinguins e aves marinhas. Falando por cima parece tudo muito fofo e lindo, e é. Foi a melhor experiência da minha vida, e se eu ganhasse dinheiro para sobreviver fazendo isso estaria lá até hoje. Mas é um trabalho superpesado, que exige agilidade e bastante esforço físico. Eu trabalhava de 9 a 10 horas por dia, e na maioria das vezes trabalhava no final de semana e tinha dois dias de folga por semana (às vezes juntos, às vezes separados). Além de alimentar, entubar e dar medicações para os pinguins e aves marinhas que são tarefas que devem ser realizadas pontualmente todos os dias, fazia parte da minha rotina cortar peixe, lavar toalhas e carpetes sujos de fezes dos animais, carregar e lavar gaiolas de plástico, esfregar o chão, fazer relatórios das aves dentre diversas outras tarefas que iam aparecendo, como por exemplo, cortar galhos das árvores e desentupir ralos. Não é nada fácil pois o centro de reabilitação vive de doações, assim não pode ter muitos funcionários pagos e depende de voluntários locais e internacionais. Mas é um trabalho muito recompensador, a sensação de ver um pinguim que estava a beira da morte correr em direção ao mar outra vez é algo que não se pode explicar com palavras.

No Lion Park, onde fiquei apenas 2 semanas, a coisa era bem diferente. Era um parque, cheio de funcionários e muitos turistas. Se eles dependem de voluntários? Sinceramente, não. Ser voluntário no Lion Park é mais diversão do que trabalho. É passar o dia brincando com filhotes de leões e conhecendo pessoas novas. Claro que tem algumas tarefas, mas são simples e tomam pouco tempo do dia. O ambiente é muito agradável e os funcionários são super amigáveis. Diferentemente do SANCCOB, onde todo mundo corria cheio de tarefas urgentes para tudo quanto é lado, no Lion Park tem tempo de sobra pra interagir com as pessoas ao redor e com os animais. Porém, para mim não foi tão gratificante e eu me senti mais de férias do que trabalhando, o que às vezes é bom também.

Como organizou a viagem: Organizei através da agência CI. Eles contatam com organizações da África do Sul de trabalhos voluntários.

Que tipo de hospedagem utilizou: Como era trabalho voluntário, não tinha muita escolha. Em Cape Town fiquei na casa de uma voluntária local do mesmo projeto. Eu tinha um quarto só meu e no quarto do lado tinha um outro brasileiro que também era voluntário. Em Joanesburgo, como o parque fica longe da cidade, eles tem um alojamento para os voluntários, que consiste em cabanas de até 4 pessoas.

Como era a alimentação: Nunca comi tão bem na minha vida. Eles usam muitos temperos e pimentas e eu ,como adoro comidas fortes, descobri na África do Sul um paraíso gastronômico. Eu também não como carne, e opções de comidas vegetarianas é o que não falta.

Como foi o relacionamento com as pessoas locais: As pessoas locais são muito amáveis e amigáveis. Estão sempre prontas pra te ajudar, mesmo alguns não falando muito bem inglês.

O que mais gostou: Cape Town, na minha opinião, é a cidade dos sonhos. As praias são lindas, a diversidade cultural, o clima, a comida e os pinguins (é claro) têm meu coração.

O que menos gostou: A cidade de Joanesburgo, apesar de eu não ter explorado muito, deixou um pouco a desejar.

O que surpreendeu: Como tudo é barato.

O que decepcionou: Ter que ir embora! Haha

Lugares um turista tem que visitar: Boulders Beach, Table Mountain, Old Biscuit Mill, Long Street, Tour pelas vinícolas, Pular de Paraglider

Boulders Beach: Uma praia que é o paraíso dos pinguins africanos. Indo lá é garantido ver centenas deles na areia pegando um sol e cuidando de seus filhotes e ovos.

Table Mountain: A principal montanha de Cape Town. Dá pra subir a pé ou de bondinho. Escolha um dia em que não tenha muitas nuvens, nem muito vento, para ter uma vista incrível de toda cidade.

Old Biscuit Mill: Meu lugar preferido! É uma feira de rua que acontece todo sábado. Sempre rola música ao vivo de artistas independentes e um fantástico mercado de comida de rua que só vendo para acreditar.

Long Street: Principal rua de Cape Town. É nela que a vida noturna acontece. Muitos bares e restaurantes africanos. Durante o dia pode-se encontrar feirinhas e lojas de artesanato africano.

Tour pelas vinícolas: A África do Sul é conhecida por ter vinhos excelentes. E eu posso garantir que tem! Haha Fiz um tour por algumas vinícolas que além de lindas têm vinhos maravilhosos. Vale a pena ir com um tour ou alugar um motorista, pois ficar bêbado é garantido.

Pular de Paraglider: Os aventureiros e corajosos não podem perder essa oportunidade. A vista é incrível! Escolha um dia bonito e sem muito vento.

Quanto gastou: Em média 20 mil reais, fora comprinhas extras.

Voltaria: Sempre!

Este slideshow necessita de JavaScript.







  29/09
 

Provavelmente você já viu alguma fotografia de editorial ou alguma pessoa mais ousada com delineador colorido. Dúvida para algumas pessoas, o truque pode dar um up na maquiagem sem exigir muito.

Primavera e verão são estações que sempre remetem a cor. E como já nos despedimos do inverno, selecionei algumas imagens para você se inspirar e escapar do preto básico de sempre.

PRONTO

Assim como a sombra, o delineador também pode ser aplicado rente ao cílios inferiores. Essa é outra tendência super forte e que fica linda!

E para quem não gosta de cores muito chamativas, a dica é usar um delineador com brilho, fazendo um traço em cima do delineador preto, ou sozinho. O que vocês acham?







  29/09
 

Bom dia! Nada melhor do que começar a semana cheia de inspirações e imagens que alegrem nossos olhos. Pensando nisso, abaixo você tem mais três dicas de quem seguir no instagram. Além delas, não deixe de seguir o IG do site: @v.lifestyle!

 

blogdoproMarcos Proença é cabeleireiro e cuida das madeixas de muitas famosas. O instagram dele é cheio de inspirações para cabelos, maquiagens e looks também. Além disso, às vezes ele posta algumas mensagens belíssimas! 

 

topdestinosComo o blog também é de viagens, nada mais justo que dicas de IG do assunto, não? O Top Destinos é cheio de imagens de delirar de lindas! E todas vêm com mais informações sobre, o que eu acho excelente.

 

thenativefox

Pensa numa mulher linda. Agora pensa numa mulher linda, com bom gosto e fotogênica. Agora multiplica. Essa é a Jennifer Grace, do Native Fox. Sigo ela há um tempão e sou fã. Atualmente, a conta tem mais de 700 mil seguidores e looks que esbanjam sensualidade! (*em inglês*)







  26/09
 

Lembro perfeitamente quando conheci a Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre, há alguns anos. Foi durante uma visita escolar, guiada pela professora de Educação Artística. Na ocasião, três exposições estavam abertas para visitação, mas tínhamos a tarefa de descrever quatro. Terminando o tempo para realização do trabalho, e sem encontrar a quarta obra, olho para o local e encontro a resposta: era o prédio.

fundação ibere camargoCom uma arquitetura que causa curiosidade em quem passa pela Avenida Padre Cacique, na capital gaúcha, o edifício valoriza a bela vista para o lago Guaíba, principalmente num final de tarde. A sede foi projetada pelo renomado arquiteto português Álvaro Siza e inaugurada em 2008. Mas a fundação existe desde 1995, um ano após a morte de Iberê Camargo.

Neste final de semana, há duas exposições na instituição: Iberê Camargo: As horas [o tempo como motivo] (acervo) e Limites Sem Limites: Desenhos e Traços da arte povera (temporária).

Além disso, a Fundação Iberê Camargo participa da 8ª Primavera dos Museus, um evento anual que ocorre em todo o país e é organizado pela IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus). Conforme o site da instituição (aqui), de 22 a 26 de setembro a artista Ana Maria Tavares está no Ateliê de Gravura (mais informações aqui), trabalhando na prensa que pertenceu a Iberê. O resultado de seus trabalhos serão apresentados dia 27, às 11h.

Ainda no dia 27, acontece das 16h às 18h uma oficina de gravura para adultos, trabalhando técnicas como gravura em relevo e xilogravura.

No domingo, dia 28, a equipe do Programa Educativo da instituição ministrará uma oficina para crianças de 7 a 12 anos, explorando exercícios com argila, desenhos e colagens, por exemplo.

A entrada é gratuita em todas as atividades e as inscrições para oficinas devem ser feitas pelo telefone (51) 3247-8001 ou pelo e-mail agendamento@iberecamargo.org.br.

SOBRE O ARTISTAibere-camargo

Iberê Bassani de Camargo nasceu em Restinga Seca, Rio Grande do Sul, em 18 de novembro de 1914. Iniciou seus trabalhos com pintura em 1936, em Porto Alegre. Em 1942 mudou para o Rio de Janeiro, juntamente com sua esposa, Maria Coussirat Camargo. Ainda em 42, o artista fez sua primeira exposição. Iberê ficou conhecido por sua produção com desenho, pintura e gravura. Entre as séries mais conhecidas estão “Carretéis” e “Ciclistas”. Faleceu aos 79 anos, em Porto Alegre, deixando um acervo de mais de 7 mil obras.

SERVIÇO

Endereço: Avenida Padre Cacique, 2000, Porto Alegre / RS

Horário: Terça a domingo, das 12h às 19h. Quinta-feira, das 12h às 21h. Fechado na segunda-feira.

Entrada gratuita.







  25/09
 

Nome: Natana Marques de Leon Natana rosto2

Site: http://www.natanadeleon.com.br

Instagram: @natanadeleon

Idade: 21 anos

Cidade: Canoas / RS

Ocupação: Estudante de Arquitetura

Palavra de ordem: Conforto (sempre em primeiro lugar)

Uma pessoa bem vestida: Thássia Naves

Um closet que gostaria de ter: Thássia Naves também

O que não pode faltar num look: Acessórios (na minha opinião, os acessórios mudam completamente um look)

Uma peça chave: Maxi colar

Um item de maquiagem indispensável: Pode ser dois?? hehe batom e rímel

Salto ou rasteira: Salto. Mas não uso salto todos os dias

Cor que prefere vestir: Preto

Uma marca: Zara. Não sei o que seria de mim sem ela! kkk

Um perfume: Daisy – Marc Jacobs

Cuidados com cabelo: Como meu cabelo é muito clarinho, eu tenho alguns cuidados. Uso shampoo roxo uma vez por semana e também procuro hidratar semanalmente. Nunca uso chapinha e babyliss só de vez em quando.

Cuidados com pele: Não saio de casa sem protetor solar no rosto (geralmente a base tem fator). Eu cuido muito da pele do rosto para nunca pegar sol.

Cuidados com o corpo: Não estou fazendo academia, mas acho importante e estou querendo voltar (preguiça mesmo haha). Procuro ter uma alimentação balanceada, mas sem sacrifícios. Como o que tenho vontade cuidando o limite.

sem perna

corpo inteiro