19/09
 

Hoje é sexta-feira, o dia mais esperado da semana pela maioria. Dia também de dica cultural aqui no blog!

A sugestão de hoje é para os porto-alegrenses, ou aqueles que passarão pela capital dos gaúchos nos próximos dias. A Casa de Cultura Mario Quintana sedia, desde o dia 16 de setembro, uma exposição em homenagem ao centenário de Lupicínio Rodrigues.

A mostra apresenta sambas escritos pelo músico, fotografias, reproduções da coluna escrita por Lupi publicada no jornal Última Hora, além de uma linha do tempo explicando sua vida e obra. A exibição ainda conta com um depoimento de Mario Quintana sobre o compositor.

Lupi - exposição - VLIFESTYLESOBRE LUPICÍNIO

O cantor e compositor nasceu em Porto Alegre no dia 16 de setembro de 1914. Suas canções eram marcadas por expressar fortes sentimentos, geralmente de amor e traição. O termo dor de cotovelo foi criado por ele, fazendo referência ao ato de apoiar os cotovelos na mesa ou balcão de um bar, bebendo e lamentando a perda da pessoa amada. Lupi, como era chamado, foi gremista e compôs o hino do Grêmio em 1953. Faleceu em 27 de agosto de 1974, em Porto Alegre, de insuficiência cardíaca.

SERVIÇO

Data: a partir de 16 de setembro (término indefinido)
Horário: 
segundas-feiras, das 14h às 21h; terças às sextas, das 9h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 21h
Local
Sala Radamés Gnatalli – 4º andar (Rua dos Andradas, 736)







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *