acessório

  03/03
 

A mulher que nunca teve uma grande paixão por alguma bolsa que atire a primeira pedra. Além de ser um acessório importantíssimo para um bom look, esse item é extremamente prático para todas nós. Ali cabe, muitas vezes, quase a nossa casa inteira – e por que não escritório também? Mas será que você sabe quais são os principais modelos e qual combina mais com você? Dê uma olhadinha nas imagens abaixo e descubra qual seu tipo de bolsa favorita.

TIPO DE BOLSA - VLIFESTYLE

01. TOTE: Também chamada de shopper bag, é grande e com alças curtas. Perfeita para quem costuma carregar várias coisas consigo. Muito usada por estudantes, justamente pelo tamanho.

TIPO DE BOLSA - TOTE - VLIFESTYLE

02. HOBO: Assim como a anterior, é uma bolsa de tamanho grande. É obrigatoriamente mole, nada parecida com as bolsas estruturadas. Possui uma única alça, normalmente continuação da bolsa, para ser usada nos ombros.

TIPO DE BOLSA - HOBO - VLIFESTYLE

03. CARTEIRO: Também chamada de Messenger. É a mais informal entre os modelos parecidos. Possui uma espécie de tampa, uma alça curta e outra longa, podendo ser carregada no ombro ou antebraço.

TIPO DE BOLSA - CARTEIRO - VLIFESTYLE

04. DOCTOR: Também chamada de baú, devido ao formato. Possui necessariamente duas alças bem curtas, porém às vezes é possível encontrá-la com uma terceira – essa bem longa, para usar no ombro.

TIPO DE BOLSA - DOCTOR - VLIFESTYLE

05. SACO: Também chamada de bucket. Super prática, ela já foi tema de um post aqui. Pode ser usada no ombro, mas é mais comum com alça comprida. O nome é pela formato igual a de um saco. Não é muito grande, mas cabe vários itens e está em alta novamente entre as fashionistas desde 2014.

TIPO DE BOLSA - SACO - VLIFESTYLE

06. CROSSBODY: Super prática por deixar as mãos livres, a bolsa também é chamada de transversal. Possui uma única alça longa, para usar a peça na transversal do corpo. É muito usada em eventos noturnos pela praticidade e por deixar o look lindo.

TIPO DE BOLSA - CROSSBODY - VLIFESTYLE

07: SATCHEL: Parecida com a Carteiro, essa bolsa é mais formal e chique. Se difere por ter duas alças para carregá-la no antebraço ou ombro, e em alguns casos possui uma terceira alça – essa sendo longa. Possui normalmente tamanho médio.

TIPO DE BOLSA - SATCHEL - VLIFESTYLE

08. CLUTCH: A clássica bolsa pequena de mão, sem alças. É a bolsa dela para festas e eventos mais formais. Pode ser encontrada em vários formatos, materiais e tamanhos.

TIPO DE BOLSA - CLUTCH - VLIFESTYLE

09. ENVELOPE: É um tipo de clutch. Resolvi colocar em uma categoria separada pera explicar que esse modelo é obrigatoriamente fino e possui com fechamento semelhante a um envelope – por isso o nome. As bolsas com esse formato com alça também são chamadas de envelope – desde que sejam retangulares, com mesmo modelo de tampa e finas.

TIPO DE BOLSA - ENVELOPE - VLIFESTYLE

10. BAGUETTE: Eternizada por Carrie Bradshaw, personagem de Sarah Jessica Parker no saudoso seriado Sex and the City. O primeiro modelo da bolsa foi lançado pela Fendi no final dos anos 90 e foi relançado ano passado pela mesma marca. Trata-se de uma bolsa de ombro – apesar da alça curta -, retangular e pequena. Leva o nome por lembrar o tipo de pão, baguette.

TIPO DE BOLSA - BAGUETTE - VLIFESTYLE







  09/10
 

Como eu disse no post sobre autoconhecimento de estilo, somos mutantes – e isso é muito bom! Por mais que tenhamos um estilo definido, muitas vezes aderimos tendências que acabam influenciando no resultado final. E quero deixar claro que não há nada de errado nisso. Devemos ter um estilo para chamar de seu, mas podemos ter até dois outros estilos como “apoio” (essa teoria é assegurada pelos maiores stylists do mundo, podemos confiar). O ponto que eu quero chegar é: provavelmente você deve usar mais acessórios e de cara vou dar três motivos para isso. Romântica, rocker, básica, sofisticada.. não importa. Acessórios elevam qualquer look se usados na medida, deixam claro o seu estilo e personalidade, e são extremamente importantes para renovar o guarda-roupa sem precisar de muito.

usar mais acessórios - VLIFESTYLE

A primeira sugestão – e talvez o mais importante – é defina seu estilo. Já falei mil vezes e repito: não é porque todo mundo está usando alguma coisa que você deve usar também. Exemplo: você quer fazer um mix de pulseiras. Escolha um tema principal e aposte nele. Se vai usar pedras, esse é o destaque. Não use uma pulseira com pedra gigante, outra com corrente grossa, outra de pérolas e uma quarta com cordão fino. Escolha o estilo das peças e mantenha um padrão. O mesmo vale para o restante do look.

A segunda dica segue o raciocínio anterior. É muito importante escolher apenas um foco para o look total. Exemplo: maxi colar ou maxi branco; sapato ou bolsa statement. Se você é maximalista e sabe brincar com isso, se joga. Saber misturar estampas e pedrarias é uma arte para poucas. Para poucas. Se você não se sente segura para misturar várias peças chamativas, não arrisque. Você deve testar coisas novas, óbvio. Mas não precisa forçar a barra e usar algo que não deixe você confortável.

Aproveite a variedade que o mercado possui atualmente. Não gosta de colar? Use pulseira. Não gosta de pulseira? Use bolsa. Não gosta de bolsa chamativa? Use anéis. Há várias opções de diferentes estilos e as imagens abaixo comprovam isso. Perceba que um único acessório multiplica suas roupas. Você pode repetir aquela blusa mil vezes, só trocando o acessório e ela vai parecer nova. Vale o investimento!

ANEL - COMO USAR MAIS ACESSÓRIOS

BOLSA - COMO USAR MAIS ACESSÓRIOS - VLIFESTYLE
COLAR - COMO USAR MAIS ACESSÓRIOS - VLIFESTYLE

óculos - USAR MAIS ACESSÓRIOS - VLIFESTYLE

pulseira - USAR MAIS ACESSÓRIOS - VLIFESTYLE

Delicadas, eu entendo vocês! Apesar de ser completamente apaixonada por acessórios statement, no dia a dia preciso os sutis. Separei alguns para dar uma inspiração e você ver que as básicas também usam acessórios.

MIX DE ACESSÓRIOS DELICADOS - VLIFESTYLE







  05/03
 

Não é de hoje que as bolsas com alças transversais, chamadas de crossbody bag, estão fazendo sucesso entre a mulherada. Grande, média, pequena.. não importa. Elas conquistaram espaço entre as bolsas queridinhas. Mesmo com vários tamanhos em alta, são as versões mini a grande tendência para o ano.

Sou daquelas que, se deixar, carrega o mundo na bolsa. Então, para não forçar muito a coluna, estou me arriscando em bolsas menores há algum tempo e tenho gostado bastante. Coincidência ou não, a onda de bolsas não tão grandes veio na mesma época – sorte minha. Assim, posso garantir para as desconfiadas: sobrevivemos com poucos itens sim! E mais: quanto maior a bolsa, mais frescura você crê que precisa.

É claro que certos dias não abro mão das amadas maxi bags. Mas consigo viver bem com bolsas transversais e menores pela praticidade que elas oferecem. Só o fato de ficar com as duas mãos livres já facilita a vida de uma maneira incrível. Não bastasse isso, por não ter muito espaço, elas ficam leves e não são incômodas para encarar algumas boas horas com elas. Frequente em baladas, a crossbody acaba sendo uma ótima pedida para passeios e aquelas saídas para resolver várias coisas na rua em pouco tempo.

Além de ser prática e versátil, esses modelos são um charme! Imediatamente acrescentam jovialidade ao look. Preciso fazer um comentário sobre o retorno da bolsa saco! Sucesso nos anos 90, a bucket bag é a bolsa de 2015! Várias celebridades e fashionistas estão exibindo por aí e o modelo já ganha as ruas com versões grifadas e também populares. Vale o investimento!

CROSSBODY BAG







  18/02
 

Tendência vai, tendência vem e muitas vezes não aproveitamos bem cada uma delas. Eu, particularmente, prefiro investir apenas naquilo que sei que posso usar várias vezes e de várias maneiras. Por isso, não dispenso bons acessórios. E a dica do momento são os enfeites de cabeça!

Há diferentes tipos de chapéus, por exemplo, que valem muito a pena comprar. Esse acessório pode ser usado inverno ou verão, com diferentes peças – um coringa! Em outubro, inclusive, teve um post somente sobre chapéus. E o boné também entra no grupo. Por muito tempo visto com olhares tortos,  ele deixou de ser item puramente masculino e tem conquistado a cabeça da mulherada. E não, você não parecerá frentista de posto de gasolina só porque está usando boné!

Flores e headpieces com pedrarias estão com tudo há algumas temporadas e não parece que estão com pressa de serem esquecidas. Há várias opções no mercado, com diferentes tamanhos, cores e formatos. Apesar de ser mais a cara do verão, acho que vale a pena dar uma conferida. Principalmente porque é fácil encontrar boas opções com preços bem acessíveis.

Por fim, tem as bandanas e faixas que estouraram totalmente no último ano. Lindas, podem ser usadas de mil maneiras, permitindo que você imprima seu estilo no acessório. Sobre lenços e os jeitos que podemos usar, prometo que farei outro post em breve!

Tudo isso sem contar as amadas tiaras. Normalmente usadas na pressa, somente para segurar o cabelo, elas podem dar um toque especial no look. Há várias opções de materiais que podem deixar a produção girlie, rocker, chic e outros vários estilos. Só depende da sua vontade!

cabeça







  05/12
 

Já está exibindo sua coleira no pescoço? Não? Então prepare-se para colocar. A tendência do colar curtinho está de volta e é sucesso entre as celebridades. E as gargantilhas não estão sendo usadas apenas em badaladas e outras ocasiões de looks mais descomplicados, Rihanna e Kim Kardashian são algumas das divas que tem aparecido com o acessório nos tapetes vermelhos.

coleira 1

Esse é um acessório bem democrático e coringa. Há versões para todos os gostos: mais fininhas ou espessas, com pedras ou sem, pingente e ou só a corrente. Isso permite que a peça possa ser usada em todas as ocasiões, como trabalho, jantares e festas. Enfim, tem para todos os gostos!

O colar curto, por parecer uma coleira, traz um ar fetichista, deixando o look mais sexy. Mas não se preocupe, não fica vulgar. Confira abaixo algumas opções de choker para usar essa tendência.

coleira 2

OBS: Não é o fim do amado maxi colar. Ele continua com tudo!