coluna

  21/10
 

Buenos galera, tudo bem com vocês?

Londres está fervendo no quesito moda/música/arte, mas o clima está esfriando. Já estamos sentindo o início do inverno por aqui, e pelo que estou acompanhando, aí vocês estão iniciando o horário de verão, coisa boa!

Segunda-feira tive a oportunidade de participar de um tour privado na exposição da  Louis Vuitton (quem me acompanha deve saber que já fiz um projeto pra eles pelo curso de Indústria de Moda que fiz aqui). A confraternização aconteceu no espaço da exposição Louis Vuitton Series 3, e contou com a presença do diretor da marca aqui na Inglaterra Tom Meggle e da diretora da Condé Nast College of Fashion and Design, Susie Forbes.

Imagem 1 - LOUIS VUITTON SERIES  3 - VLIFESTYLE

A exposição estava linda. Ela faz parte da sequência do um projeto SERIES do Nicolas Ghesquière que apresenta as inspirações dele pra toda coleção de 2015. Eu não costumo tirar muitas fotos porque elas nunca saem como eu quero, mas segue algumas imagens pra vocês terem uma ideia de como estava organizada. Tinha até umas mulheres fazendo a bolsa ao vivo, um trabalho super delicado e lindo.

IMAGEM 2 - LOUIS VUITTON SERIES  3 - VLIFESTYLE

IMAGEM 3 - LOUIS VUITTON SERIES  3 - VLIFESTYLE

Imagem 4 - LOUIS VUITTON SERIES  3 - VLIFESTYLE

Ontem também foi dia da abertura da exposição da Chanel, na Saatchi Gallery. Infelizmente não consegui ir ainda, mas vou contar tudo que já sei pra vocês hehehe #fofocas.

Imagem 5 - LOUIS VUITTON SERIES  3 - VLIFESTYLE

A exposição chama Mademoiselle Privé e conta a trajetória da Coco Chanel em detalhes. A jornada da estilista se espalha por todos os andares da galeria, que tem como destaque a alta costura, a re-edição da coleção “Bijoux de Diamants” realizada em 1932, e também a personalidade carismática e o espírito irreverente da nossa musa-mor.

Fica a dica agora para quem estiver por Londres. É de graça e fica até o dia 01 de novembro em exibição.

Imagem 6 - LOUIS VUITTON SERIES  3 - VLIFESTYLE

Imagem 7 - LOUIS VUITTON SERIES  3 - VLIFESTYLE

Imagem 8 - LOUIS VUITTON SERIES  3 - VLIFESTYLE

Por hoje é isso, arte e moda sempre juntas.

Um beijo,







  25/03
 

Hoje meu post vai ser uma dica para quem gosta de alta costura. O filme Dior and I vai ser lançado nesta sexta feira aqui em UK (parece que no Brasil já foi lançado!!! BA-BA-DO!!) e promete ser um dos melhores documentários da história da moda.

Dior and I - cena

O filme leva o espectador para dentro do mundo da Dior, em especial  – e com exclusividade – o documentário mostra por trás das cenas da criação da primeira coleção de alta costura do designer Raf Simons como novo diretor da marca.

As pessoas tendem a achar muito simples o universo fashion, porque geralmente estão acostumadas a verem apenas a parte dos desfiles, que duram cerca de 5 minutos cada e acontecem duas vezes por ano nas semanas de moda. Mas, por trás desses 5 minutos, há muita pressão e trabalho pesado!

Dior and I poster - VLIFESTYLE

O dia-a-dia de um dos melhores designers em uma das mais famosas marcas da moda em 90 minutos para fazer qualquer coração apaixonado por esse mundo se derreter. Dior and I, (hashtag)nem vi e já amo!

xx

Dani







  12/03
 

Preciso começar este post dizendo que eu espero ansiosa para escrever no VLIFESTYLE. Eu não gosto de deixar post programado porque sempre surge algo novo que podemos conversar aqui e, vamos combinar, nós gostamos é de NEWS! Não é?

ALEXANDER MCQUEEN - LONDON CHATROOM - VLIFESTYLE

Três anos atrás tive a oportunidade de conhecer a exposição de um dos designers que eu mais amo e admiro, Alexander McQueen. Na época estive em Nova York e a exposição estava acontecendo no Metropolitan Museum e, essa semana, a Savage Beauty abre suas portas aqui em Londres no Victoria and Albert Museum.

Mas, vamos em partes. Para quem não conhece o McQueen, ele é um estilista britânico que  começou a trabalhar com apenas 16 anos na famosa casa de alfaiataria Anderson and Shephard na Saville Row, aqui em Londres, e mais tarde nos alfaiates de roupas teatrais Angels and Bermans. Ele foi assistente de Romeo Gigli em Milão e logo em seguida voltou a Londres para terminar o curso de Design de Moda na famosa Central St. Martins School. Foi nomeado diretor criativo da famosa casa Givenchy em 1996 e trabalhou na sua própria etiqueta desde 2001.

McQueen era o único que conseguia aliar a rigidez da alfaiataria inglesa, o luxo da haute couture e os acabamentos impecáveis da moda italiana. Infelizmente em 2010, devido a uma depressão ele se suicidou, porém seu legado continua vivo.

ALEXANDER MCQUEEN FASHION SHOW AT LONDON FASHION WEEK SPRING SUMMER 2001 - LONDON CHATROOM VLIFESTYLE

Essa exposição mostra mais de 200 trabalhos extraordinários do estilista em vida e são todos originais (literalmente surtei quando vi tudo de perto). Podemos ver o acabamento das roupas e principalmente a criatividade que ele tinha. Pra mim, hoje, não existe ninguém que chegue aos pés dele. O que ele fazia era arte.

VESTIDO Alexander McQueen LONDON CHATROOM

Esse vestido, criado em 1999, foi pintado durante o desfile dele, eu quase choro quando vejo isso, é ou não é uma obra de arte?

Para os leitores do VLIFESTYLE,  deixo as fotos exclusivas da exposição e espero ter despertado em vocês curiosidade para pesquisarem mais sobre a vida dos designers e não só das roupas. Afinal, por trás delas sempre há um grande gênio.

PHOTOS EXCLUSIVAS - Alexander McQueen - LONDON CHATROOM

xx

Dani







  25/02
 

London Fashion Week passou e já deixou saudades por aqui. É sempre bom ver as pessoas na rua mostrando seus estilos e também assistir aos desfiles para conferir de perto as tendências.

Em primeira mão vou mostrar aqui no VLIFESTYLE o que vai ser tendência para nosso inverno de 2015 (mal acabou o inverno de 2014 aqui). Na maioria das vezes, os looks que aparecem na passarela são bem extravagantes, porém vários são usáveis. Mesmo assim, um truque que eu costumava usar quando não entendia nada de passarela era olhar as cores que mais aparecem nos desfiles, além dos tecidos, cortes e texturas.

Eu tenho em mim a crença de que cada um tem seu estilo e que não adianta seguir tudo que você vê pela frente. Há coisas que não combinam com todos. Por exemplo: eu não me gosto de amarelo, acho que essa cor não me cai bem. Se amarelo for a cor da estação eu provavelmente não vou usar.

Outra dica preciosíssima antes de eu passar para vocês as apostas: temos que entender nosso corpo antes de colocar uma roupa. Se olhe no espelho. “Sou alta, baixa, tenho quadril largo, meu busto é maior/menor?” Isso ajuda bastante na hora de se vestir. Tente valorizar as partes que você considera que são bonitas no seu corpo. Ninguém melhor que você pra saber isso.

Agora sim, vamos para as apostas do que estará em alta no inverno 2015:

COURO

London Fashion Week - IMAGEM 1

PELE (mas sintética por favor! Sou 100% contra o uso pele de animais em qualquer situação!)

London Fashion Week - IMAGEM 2

ANOS 80

London Fashion Week - IMAGEM 3

IMAGEM 4

TANGERINA E COBALTO

London Fashion Week - IMAGEM 5

ESTAMPA GEOMÉTRICA

London Fashion Week - IMAGEM 6

Por hoje é isso! Espero que vocês tenham gostado das dicas.

Xx,

Dani







  11/02
 

Vocês devem estar se preparando para o Carnaval aí no Brasil, né? Que inveja! Sempre lembro dos meus carnavais em Paraí/RS com minhas amigas. Foram, sem dúvidas nenhuma, os melhores da minha vida. Mas há quem não goste do carnaval, prefira ir viajar, conhecer outros lugares. Nesse tempo aqui em Londres, algumas (várias) pessoas me chamam por mensagem no facebook em busca de dicas.

Então se você já esta de malas prontas para viajar ou planejando uma viagem para esse ano, que tal vir para Londres? Eu sei que a moeda atualmente não está das mais baratas, mas com uma economia dá para vir passar uma semana aqui bem tranquilo.

Meu post de hoje será com algumas dicas básicas para quem está pensando em visitar a terra da Rainha (god save the queen!!).

imagem 1

Onde se hospedar sem gastar muito? Bom, eu nunca fiquei em hostel/hotel aqui em Londres. Desde que cheguei moro em casa, porém sempre que vem alguém me visitar eu indico o hostel St-Christopher’s Inns. É uma rede de hostels bem bacana daqui da Europa, preço acessível, localização boa, decoração legal, atendimento ótimo e é bem limpinho.

Onde comer? Essa pergunta é a mais complicada. A comida aqui não é das melhores. Eles comem muito pão, batata e massa. Mas claro, por ser uma cidade grande, ela tem restaurantes de todos os tipos: japonês, italiano, árabe, brasileiro, etc. Eu super indico pra quem vier pra cá conhecer a rede de restaurantes do famoso chefe de cozinha Jamie Oliver. Por incrível que pareça não é tão caro, um prato de massa sai por 10 libras, mais ou menos.

london chatroom moodboard

Onde beber? Qualquer pub. Eu disse: qualquer pub que você entrar vai ser legal! A maioria dos pubs aqui são muito britânicos e a experiência com certeza será única. Se estiver afim de gastar um pouquinho mais, recomendo ir no fim de tarde no The Shard e aproveitar pra curtir a vista que é maravilhosa!

Passeios que você não pode perder: Sábado tem a famosa feira de Portobello Road Market que fica em Notting Hill. É bastante movimentada, mas vale a pena. Já virou um passeio turístico entre as pessoas que vem aqui. Muita comida boa feita na hora (nas barraquinhas montadas no meio da rua), junto com lojinhas que vendem de tudo e mais um pouco.

No domingo é dia de ir pra feira da Brick Lane (um dos meu lugares favoritos). Lá tem muita arte, comida de food truck e lojas vintage.

Por hoje são essas as dicas, mas se alguém tiver alguma dúvida pode escrever aqui nos comentários do blog, ou mandar um email no prandfashion@gmail.com.

xx, Dani