conforto

  04/12
 

Chegamos ao mês que dá início ao verão e começa um dilema antigo: qual roupa usar no escritório durante as altas temperaturas do verão brasileiro. Quem não lembra do post sobre usar calça em dias quentes releia aqui. Também temos alguns aliados como a saia mídi e a saia lápis. Mas a grande dica do dia são as camisetas levinhas. Saiba como usar t-shirt no trabalho, sem perder a linha.

T-SHIRT NO TRABALHO - VLIFESTYLE

Eu escolhi três peças chaves que ficam lindas com t-shirt no trabalho. A partir delas, selecionei três looks de cada para você usar como inspiração e adaptar para seu estilo e necessidade. Porém, não resisto em destacar a harmonia de peças em couro combinadas com uma camiseta bem leve e fresquinha. O pesado X leve deixa o visual equilibrado e se torna uma excelente opção para usar no trabalho ou eventos noturnos. Escolha a de sua preferência e se jogue!

O único porém é o jeans. Você até pode combinar t-shirt com a coringa e versátil calça jeans. Mas corre o risco de ficar despojado demais. A dica é combinar com calça alto, bolsa estruturada e quem sabe um blazer. Use elementos que enriqueçam o look e deixe o visual equilibrado. Tomando esse cuidado, garantia de sucesso!

T-SHIRT NO TRABALHO - BLAZER - VLIFESTYLE

T-SHIRT NO TRABALHO - CALÇA - VLIFESTYLE

T-SHIRT NO TRABALHO - SAIA - VLIFESTYLE

T-SHIRT NO TRABALHO - COURO - VLIFESTYLE







  25/11
 

Chamar alguém ou algo de ícone pede certos requisitos. Não chamamos assim coisas comuns, facilmente encontradas e que não fazem muita diferença aos olhos de quem vê. E podemos ter certeza absoluta que Kate Moss não apresenta nenhuma das três características citadas acima. Há mais de 20 anos vemos o rosto dela estampado em revistas e campanhas de moda e ele segue valendo milhões. Por quê?

KATE MOSS - VLIFESTYLE

Vamos por partes. A loira nasceu em Londres no dia 16 de janeiro de 1974. Atualmente com 41 anos, ela foi descoberta como modelo aos 14 em um aeroporto de New York, quando voltava de férias. Os holofotes começam a focar em Kate depois que ela saiu nua na capa da revista The Face, e logo após fez um anúncio de jeans da Calvin Klein. Daí, só voou.

O que faz de Kate Moss ser um verdadeiro mito da moda é o fato de ninguém nunca enjoar dela. Ela consegue manter a essência, sem deixar de se atualizar. Além disso, sua forma física é vista por muitos como ideal. O formato de rosto dela, por exemplo, é o que muitos maquiadores chamam de perfeição: maçãs elevadas, boca em formato de coração e olhos amendoados.

Porém, perfeita não foi o título que Kate levou. Após inúmeros boatos, em 2005 o tabloide britânico Daily Mirror publicou em sua capa uma foto da modelo cheirando cocaína. Imediatamente após o escândalo, Kate perdeu contratos com grifes como Dior, Louis Vuitton e Versace. Mas nem todos abandonaram a top. Alexander McQueen, por exemplo, encerrou um de seus desfiles vestindo uma camiseta que dizia “We love you Kate”. McQueen, sempre à frente, ainda surpreendeu a plateia com um holograma da super model.

Obviamente ela deu a volta por cima e recuperou suas campanhas após um período de recuperação. Atualmente Kate Moss é casada com Jamie Hince, guitarrista da banda The Kills. Eles se casaram em 2011 na vila de Southrop, no oeste da Inglaterra. A festa, que durou três dias, ficou conhecida como Mosstock. O vestido da noiva foi assinado por ninguém menos que John Galliano.

Antes de Jamie, Kate namorou Jonnhy Depp, Leonardo DiCaprio, Jesse Wood (filho de Ronnie Wood), Daniel Craig e Jefferson Hack. O último, fundador da revista Dazed & Confused, é pai de sua única filha, Lila Grace, de 13 anos.

Casamento Kate Moss - VLIFESTYLE







  23/11
 

Os biquínis brasileiros são conhecidos mundialmente por seu tamanho reduzido, valorizando a sensualidade da mulher. Desta forma, é normal que nós, brasileiras, tenhamos preferência por roupas de praias nesse estilo. Porém, como a moda é cíclica, um sucesso dos anos 50 está de volta e conquistando as moças do Brasil: o biquíni hot pant.

biquíni hot pant - VLIFESTYLE

Já aviso: deixe de lado o seu preconceito. Aqui não tem nada de calcinha da vovó! Essa é uma tendência que conquistou fashionistas e celebridades de fora do Brasil há uns dois verões e nesta temporada promete ganhar as areais do Brasil. As principais vantagens são: disfarça a gordurinha localizada e realça os quadris e coxas.

Não há restrições para usar esse modelo de biquíni. O único cuidado é que peças de cintura alta podem achatar o tronco, portanto as baixinhas devem optar por modelos que não cubram totalmente o umbigo. Mulheres mais altas podem se jogar com tudo.

Sobre a parte de cima, a escolha é sua! Vale cortininha, meia-taça, tops mais fechados, etc. Tudo depende do seu gosto. Só não esqueça que, caso você queira valorizar o busto, opte por peças superiores coloridas e mais chamativas, enquanto a parte de baixo fica mais discreta. Caso queira chamar mais atenção para o quadril, basta inverter a lógica.

Para saber qual tipo de biquíni fica melhor com seu tipo de corpo, clique aqui.







  03/11
 

Não posso afirmar que isso ocorra com todas as mulheres, mas muitas de nós sofrem com os dias muito quentes. Além do mal-estar típico do verão, montar um look que reúna beleza, praticidade e frescor não é uma tarefa fácil. E aqui entra a sugestão do dia: vestido longo. Eu sei que ele é uma marca registrada do estilo boho, porém mulheres com outros estilos também podem usufruir – e muito – desse conforto com estilo e delicadeza.

vestido longo para o dia a dia - VLIFESTYLE

As quatro imagens de cima falam muito. A primeira dela traz a bela Olivia Palermo, mostrando o quanto podemos ser chiques e sofisticadas com um vestido longo. Logo em seguida tem uma opção mais cool e leve, perfeita para dias de lazer. Por fim duas fotografias para quem curte um estilo mais boêmio. O vestido amarelo, mais fluido, ficou perfeito com o chapéu. E a última imagem é uma excelente dica para as amantes de estampas geométricas. Se você está com a dieta em dia, ele vai valorizar ainda mais seu corpo.

Como e quando usar depende de alguns pontos. Momentos de descanso – shopping, cinema, passeios, etc  – eu não preciso nem falar que cai perfeitamente com essa roupa. Sobre o ambiente de trabalho depende do quão sério é a sua profissão. Para deixar o visual mais elegante, evite estampas e recortes. Também feche o look com acessórios mais sofisticados e uma sapatilha mais elaborada. Para o dia a dia, rasteiras são o ideal.







  27/10
 

Tão bom quando a sugestão vem de vocês! E o post de hoje é um pedido de uma amiga que disse o seguinte “não importa nossa idade ou momento da nossa vida, sempre recebemos algum amigo em casa e é chato receber mal”. E não é verdade? Mantendo a ideia dos outros textos sobre casa, esse é para nós que acabamos de sair dos ninhos e estamos começando a lidar com nossos lares. Não precisamos da riqueza de detalhes da casa de nossos pais, mas trago dicas para receber bem nossos amigos independente da situação.

dicas para receber bem em casa - VLIFESTYLE

01. FLORES: Plantas em geral sempre alegram qualquer ambiente e já conversamos sobre elas aqui e aqui. Mas quando vamos receber alguém em nossa casa, elas tornam-se ainda mais importantes. Assim como as próximas sugestões, as flores deixam o ambiente mais aconchegante e agradável. A blogueira Denise Gebrim ensinou neste vídeo aqui como fazer um arranjo super simples, bonito e duradouro. Vale conferir!

02. VELAS: Sou apaixonada por velas aromáticas e quem me passou esse amor foi minha mãe, que inclusive que ensinou a fazê-las. Hoje em dia encontramos em várias lojas e até supermercados velas com cheirinhos gostosos com preços bem amigos. Caso você não queira comprar pronta, mas também não quer fazer de fato (derretendo parafina e tal), aqui vai uma super dica: compre uma vela pequena normal, coloque ela em um vidro e cerque-a de canela, cravo ou café. O calor da chama fará com que o produto que está perto solte seu aroma e perfume o ambiente.

03. MÚSICA: Parece bobagem, mas é muito importante ter alguma música adequada para a ocasião. Se for uma circunstância romântica, músicas românticas. Se for uma reunião mais descontraída, músicas mais alegres. E assim por diante. Vale lembrar que o som não pode estar alto ao ponto de atrapalhar a conversa das pessoas, nem tão baixinho de modo que ninguém o perceba.