exposição

  24/10
 

Exposição Castelo Rá-Tim-BumBoa notícia para quem achou que tinha perdido a Exposição do Castelo Rá-Tim-Bum, que acontece no Museu da Imagem e do Som (MIS) em São Paulo: ela segue até 25 de janeiro de 2015!

De acordo com o museu, mais de 190 mil pessoas já visitaram a exibição que homenageia o programa veiculado na TV Cultura de 1994 a 1997. Com tamanho sucesso, ela foi inicialmente estendida até 16 de novembro, e agora passou para janeiro.

A mostra ocupa dois andares do MIS. Em um deles, estão expostos figurinos das personagens, fotografias, objetos de cena, trechos do programa e também depoimentos gravados pelos atores – especialmente para a exposição. Na outra, a realização do sonho de muitas crianças dos anos 90: entrar no Castelo (mais de 10 ambientes foram recriados para isso).

Clique aqui e confira o folder da megaexposição.

SERVIÇO

Local: Museu da Imagem e Som (Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo/SP)
São Paulo

Horário: Terça a sexta, das 11h às 21h, sábados, das 9h às 23h e domingos, das 9h às 20h.

Ingresso: R$ 10,00 (entrada gratuita nas terças)







  17/10
 

Desde o dia 17 de setembro o Santander Cultural, em Porto Alegre, exibe a mostra interativa “Moacyr Scliar, o Centauro do Bom Fim“, em homenagem ao premiado escritor Moacyr Scliar. A exposição é dividida conforme as fases da vida do literato gaúcho, como Origem, Bom Fim (conhecido bairro porto-alegrense em que cresceu) e Personagens.

A exibição, com curadoria de Carlos Gerbase e consultoria de Regina Zilberman, oferece ao público recursos digitais e interativos como ler suas obras em livros ou tablets, por exemplo. Além disso, também estão expostos objetos pessoais do autor, como máquinas de escrever e cadernetas de anotações.

A mostra segue aberta para visitação até o dia 16 de novembro.

 

SOBRE O ESCRITOR Moacyr Scliar

Moacyr Jaime Scliar nasceu na capital gaúcha em 23 de março de 1937 e se formou em Medicina em 1963. Se tornou escritor por ser um leitor exímio, publicando mais de 70 livros. Ao longo da carreira recebeu três prêmios Jabuti (1988, 1993 e 2009), um prêmio Casa de Las Americas e foi eleito para Academia Brasileira de Letras em 2003. Faleceu em 27 de fevereiro de 2011, na mesma cidade em que nasceu, de falência múltipla dos órgãos.

SERVIÇO

Quando: De 17/09 até 16/11

Horário: Das 10h até às 19h (domingos e feriados abre às 13h)

Local: Santander Cultural Porto Alegre (Rua Sete de Setembro, 1028, Porto Alegre/RS)

Entrada gratuita.







  19/09
 

Hoje é sexta-feira, o dia mais esperado da semana pela maioria. Dia também de dica cultural aqui no blog!

A sugestão de hoje é para os porto-alegrenses, ou aqueles que passarão pela capital dos gaúchos nos próximos dias. A Casa de Cultura Mario Quintana sedia, desde o dia 16 de setembro, uma exposição em homenagem ao centenário de Lupicínio Rodrigues.

A mostra apresenta sambas escritos pelo músico, fotografias, reproduções da coluna escrita por Lupi publicada no jornal Última Hora, além de uma linha do tempo explicando sua vida e obra. A exibição ainda conta com um depoimento de Mario Quintana sobre o compositor.

Lupi - exposição - VLIFESTYLESOBRE LUPICÍNIO

O cantor e compositor nasceu em Porto Alegre no dia 16 de setembro de 1914. Suas canções eram marcadas por expressar fortes sentimentos, geralmente de amor e traição. O termo dor de cotovelo foi criado por ele, fazendo referência ao ato de apoiar os cotovelos na mesa ou balcão de um bar, bebendo e lamentando a perda da pessoa amada. Lupi, como era chamado, foi gremista e compôs o hino do Grêmio em 1953. Faleceu em 27 de agosto de 1974, em Porto Alegre, de insuficiência cardíaca.

SERVIÇO

Data: a partir de 16 de setembro (término indefinido)
Horário: 
segundas-feiras, das 14h às 21h; terças às sextas, das 9h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 12h às 21h
Local
Sala Radamés Gnatalli – 4º andar (Rua dos Andradas, 736)