tendência

  08/12
 

Um visual perfeito para jovens curiosos, criativos, ligados às artes em geral. Esta é a decoração industrial chic, inspirada nos lofts de New York. Esses espaços surgiram no Estados Unidos quando galpões de indústrias e comércios viraram um ambiente de moradia, mas sem perder a identidade. Também gostou? Veja abaixo como deixar seu apartamento ou casa com essa cara.

decoração industrial chic - VLIFESTYLE

Concreto, tijolos aparentes, espaços integrados e janelas amplas são algumas das características básicas do industrial chic. Caso você não more num ambiente já com esses atributos, existem algumas maneiras de adaptá-lo. Usar papel de parede que imite os tijolinhos é uma opção, por exemplo.

Na decoração, muito metal e couro. As cores mais usadas são as mais escuras, como marrom, preto e cinza. Mas nada impede você de investir em alguns pontos de cor (como mostra uma imagem logo abaixo). Outra característica interessante é o uso de palavras na parede. Originalmente elas eram algum anúncio da fábrica que funcionava no local, mas você pode pintar algo na sua casa e deixar parecido.

Outros dois pontos bacanas são os quadros amplos e o chão com cimento queimado. É claro que você não precisa seguir todas as inspirações que trago aqui. Porém, não esqueça que um determinado estilo deve predominar claramente, mesmo que você misture referências.

Abaixo, mais algumas imagens para vocês também se encantarem.

Decoração industrial chic - 3

Decoração industrial chic - 7

Decoração industrial chic - 6

Decoração industrial chic - 4







  23/11
 

Os biquínis brasileiros são conhecidos mundialmente por seu tamanho reduzido, valorizando a sensualidade da mulher. Desta forma, é normal que nós, brasileiras, tenhamos preferência por roupas de praias nesse estilo. Porém, como a moda é cíclica, um sucesso dos anos 50 está de volta e conquistando as moças do Brasil: o biquíni hot pant.

biquíni hot pant - VLIFESTYLE

Já aviso: deixe de lado o seu preconceito. Aqui não tem nada de calcinha da vovó! Essa é uma tendência que conquistou fashionistas e celebridades de fora do Brasil há uns dois verões e nesta temporada promete ganhar as areais do Brasil. As principais vantagens são: disfarça a gordurinha localizada e realça os quadris e coxas.

Não há restrições para usar esse modelo de biquíni. O único cuidado é que peças de cintura alta podem achatar o tronco, portanto as baixinhas devem optar por modelos que não cubram totalmente o umbigo. Mulheres mais altas podem se jogar com tudo.

Sobre a parte de cima, a escolha é sua! Vale cortininha, meia-taça, tops mais fechados, etc. Tudo depende do seu gosto. Só não esqueça que, caso você queira valorizar o busto, opte por peças superiores coloridas e mais chamativas, enquanto a parte de baixo fica mais discreta. Caso queira chamar mais atenção para o quadril, basta inverter a lógica.

Para saber qual tipo de biquíni fica melhor com seu tipo de corpo, clique aqui.







  10/11
 

Psicodelismo, estampas étnicas, calças boca de sino, cintos largos, muitos acessórios e aí por diante. Acha que estou descrevendo algum look de 2015? Não mesmo. Essas são apenas algumas das características de um típico look anos 70 que voltou com tu-do. E para você não ficar de fora dessa onda, trouxe três peças que não devem faltar no guarda-roupa de quem deseja compor um look inspirado nos 70s.

LOOK ANOS 70 - VLIFESTYLE

01. SAIA COM ABOTOAMENTO FRONTAL: Lindas e femininas, as saias abotoadas na frente são um charme e a cara dos anos 70. Jeans ou suede, as saias com esse fechamento podem ser usadas com diversas peças: camisetas, camisas, tops cropped, blusas soltas, etc. Por elas não serem muito compridas, não aconselho para ocasiões mais formais. Vale investir para um passeio no fim de semana, por exemplo.

SAIA ABOTOADA NA FRENTE - LOOKS ANOS 70 - VLIFESTYLE

02. PEÇAS FLUIDAS: E com estampas, por favor. Vestidos amplos, saias midis ou longas e calças soltinhas, todos feitos de tecidos leves, dão o tom da tendência logo de cara. Além de confortáveis e refrescantes, elas normalmente trazem um ar relax para o visual. Arremate com rasteirinhas e pulseirismo para deixar o look ainda com mais ar dos anos 70.

ESTAMPA - LOOKS ANOS 70 - VLIFESTYLE

03. CALÇA PANTALONA: Aposto que você já viu uma foto da sua mãe usando esse modelo de calça há algum tempo atrás. Ideal para trabalhar, a pantalona fica perfeita com sandália ou sapato de salto grosso. A dica é usar com a camisa ou blusa para dentro, finalizando com um cinto de espessura média. Garantia de visual lindo e elegante.

CALÇA BOCA DE SINO - LOOK ANOS 70 - VLIFESTYLE







  26/10
 

Estes dias estive conversando com uma amiga sobre analisar os looks das pessoas ao nosso redor. Para quem não sabe, além de ter estudado Jornalismo, também estudei Styling de Moda – tanto conceito, como comercial. Então quando trago dicas de estilo aqui para o VL, não é porque eu acho. Estudei – e continuo estudando – sobre o assunto. E quando digo “não tenham medo”, não tenham. Testem. Fiz essa introdução porque a dica de hoje ainda (!) não é vista com bons olhos por muitas, apesar do sucesso absoluto entre as pessoas ligadas à moda. Deixa o preconceito de lado e veja como usar culottes ou pantacourt, as tais pantalonas até a canelas.

como usar culottes ou pantacourt - VLIFESTYLE

Como aqui não tem essa de só rostinho bonito, lá vai um pouco de história. A peça surgiu na Era Vitoriana, meados do século XIX, para ser usada pelas mulheres por baixo do vestido. Em 1940 ela ressurgiu muito usada por mulheres que trabalhavam, por parecer uma saia, mas não ser. Em 1970 ela teve outro retorno e agora, em 2014/2015, o culotte voltou. Ou seja, mais uma novidade nem tão nova assim.

Agora vamos ao que interessa: quando e como usar as calças culottes, também chamadas de pantacourt. Vocês sabem que odeio restrições, mas infelizmente tenho uma para essa tendência. Pernas grossas. Se você tem a canela grossa e não é muito alta, talvez seja uma boa repensar se quer mesmo usá-la. Eu sei que mais uma vez as baixinhas e/ou gordinhas não são favorecias por tendências, mas em alguns casos têm dicas que resolvem o problema. Vou passar elas agora:

Sapato nude. Sempre digo isso! O calçado na cor da pele dá a impressão que a perna é mais longa, não achatamento a silhueta. Outra dica é usar um look monocromático, sendo a calça e a blusa da mesma cor. Desta forma, não há uma “quebra” na cintura e você parecerá mais alta. O melhor exemplo disto está na primeira imagem. A mulher na foto é a editora de moda russa Miroslava Duma, que mede apenas 1,55m e é uma das mulheres mais bem vestidos da atualidade – e sempre usa tendências, mesmo sendo considerada baixinha.

O time de mulheres de pernocas finas pode se divertir livremente. A cara do verão, a calça culotte é super elegante e pode ser usada para trabalho, eventos sociais e passeios dominicais, por exemplo. Para deixar o look mais sofisticado, basta um belo par de salto alto. Para ocasiões mais descontraídas, aposte em rasteiras ou espadrilles. Na parte de cima, tudo é possível. Tops, blusas leves, camisas e até mesmo camisetas caem bem nesse tipo de produção. O segredo é testar!







  02/10
 

Sim, baby! Chegou a nossa vez de falarmos sobre uma das maiores tendências do verão 2015/2016: a sandália gladiadora. Se você está ou passou a casa dos 20 anos, certamente lembra – ou usou – desse sucesso no início dos anos 2000. Como a moda é cíclica e tudo o que vai, volta, o calçado inspirado nos romanos está de volta e com força total!

SANDÁLIA GLADIADORA COM VESTIDO - VLIFESTYLE

Precisei dividir a seleção de imagens em duas partes para vocês poderem visualizar bem os looks e pegarem como inspiração. Acredito que a maioria das mulheres prefere vestidos durante os dias quentes, não importando a modelagem, estilo e/ou cor. Por isso deixei essa peça em ambas as imagens. A sandália gladiadora também pode ficar linda com saias, shorts, macaquinhos e até mesmo calça (imagem logo abaixo).

É importante deixar bem claro que essa sandália se apresenta de várias formas: longa, média e sem amarração na perna. O que define que ela é gladiadora ou não são as várias tiras, não importando a extensão delas. Além disso, o salto também pode variar. Coloquei mais modelos de rasteiras nas imagens porque tenho percebido que elas são as favoritas. Vale deixar bem claro que, de modo geral, esse modelo é bem descontraído e casual. Assim, ele não fica bem em ocasiões que exigem mais seriedade. Para eventos especiais, tem a sandália gladiadora de salto alto – seja ele fino ou grosso – que é um arraso e pode ser bem chique, dependo o modelo! E fica super sexy!

SANDÁLIA GLADIADORA COM CALÇA - VLIFESTYLE

Quem pode usar? Todo mundo, mas com ressalvas. Por possuírem linhas horizontais, as gladiadoras achatam a perna. Portanto mulheres baixinhas e/ou com pernas grossa, precisam tomar cuidado. Prefiram tiras mais finas e em tons de nude. Aproveitem que todo o leque de tons terrosos está em alta e fica belíssimo com este estilo. Já a turma da perna fina, é só se jogar. Franjas e pedrarias também são bem-vindas e completam um estilo boho.